terça-feira, 27 de outubro de 2015

POETA



Imagem - Google 


POETA


Tu que tens um olhar mais perspicaz,
Que vê mais do que a própria vista alcança…
Que tens na alma a fonte da esperança!
Que tens um coração que se desfaz…

Tu que és instigador duma aliança,
Que de unir este mundo era capaz,
Tornando em coisas boas, coisas más;
Transformando em amor, ódio e vingança…

Tu, príncipe dos sonhos encantados,
Confidente dos ais silenciados,
Fonte de alento, sol, palavra amiga:

Diz no papel o que essa alma sente,
Nesses teus versos feitos docemente,
Para acalmar a dor que nos fustiga!...

José Manuel Cabrita Neves