quarta-feira, 29 de outubro de 2014

SONHO DE POETA


Images: BFA5BIAU.jpg


SONHO DE POETA


Sonhei a vida inteira ser pintor…
Mas não passou de um sonho, uma quimera…
Poder eternizar a Primavera,
Realçando na tela cada cor!

Pintar a Natureza, quem me dera!
Pintar a amizade e o amor!
Pintar o sofrimento e a própria dor,
E a saudade de quem já não se espera…

Mas quis o meu destino outra ventura,
Fazendo com palavras a pintura,
Na arte de exprimir o pensamento!

Tenho em vez de um pincel e uma paleta,
A alma de poeta e uma caneta,
Com que vou colorindo o sentimento!...

José Manuel Cabrita Neves