domingo, 14 de junho de 2015

NOSSOS LÁBIOS SE JUNTARAM


 
  Arte de Pático


NOSSOS LÁBIOS SE JUNTARAM


Adormece a tarde. Nuvens cor-de-rosa,
Formas de graça esvaem-se…mistério;
A harmonia escorrega do céu silenciosa,
Desce sobre a terra preparada a critério.

Agora o sol-pôr é um momento ímpar;
A boca das rosas abre-se ficando maior,
Os grãos de terra agitam-se, para topar.
Passam lentas duas borboletas no alvor!

Encostadas à luz, folhas aves, borboletas,
E nuvens vão desaparecendo lá pelo ar;
Unem-se ao enternecimento que é geral!

E a tarde já adormeceu todas as violetas.
Nossos lábios juntaram! Hora de escutar
O amor a cantar o seu segredo Universal!

Alfredo Costa Pereira