domingo, 11 de maio de 2014

CALCULEI-TE…


Imagem - Bellissime Immagini


CALCULEI-TE…


Calculei-te ao sombreado que pela tinta jorrou
Do aparo da caneta permanente e soprou
O habitat empolgante lacrado às gavetas
Antigas e que nada mudou, só as cores violetas.

Papel branco, tão pálido, o meu rosto
Que no instante tomou forma azul mosto
Que não se apaga com uma simples lágrima
E dezenas de rios afluem rente à alma.

Quero-te sombra linda, és pequenina
Mas tens ar de lua cheia e olhar de menina,
Quanto lembras os tão sonhos de outrora!

Calculei-te ao milímetro e que vejo agora?
Que tens o mesmo cheiro de outra hora,
Quanto lembras a que amei e me honrou!

® RÓ MAR