quinta-feira, 1 de maio de 2014

PRIMAVERA...'VERA PRIMA' ...


 


Primavera…'Vera Prima'…



Não me contem histórias, nem contos…
A Primavera é que é a minha Vera prima;
Sangue do meu sangue, meu pedaço de coração,
A alegria do meu viver, o canto da minha alma.

Encantada recebo-a de braços abertos,
Não por ser hoje o dia da ‘Felicidade',

Mas, porque sei que ela é felicidade
Toda a estação, e, vivo nos seus ventos.

A 'Vera Prima' é minha alma, sou gémea, a borboleta
Da minha essência, que voa-a-voa pelo universo
E regressa ao seu velho ninho em forma de verso.

O Verso que traz rosa, açucena, prímula, violeta…
Perfumes ao meu corpo, a beleza a remanescer
Pela frescura de pétalas cultivadas a crescer.

® RÓ MAR