quarta-feira, 23 de julho de 2014

OS NETOS


Imagem - net (autor desconhecido)


OS NETOS



Nos momentos a sós, há um vazio…
Apenas as imagens e os afectos,
Que o coração liberta em desvario,
Da saudade deixada pelos netos!

Cada um é diferente no feitio,
Mas na afeição, são todos predilectos! 
Nos seus procedimentos me extasio
E Extravaso esse amor nos meus sonetos!

A imensa ternura, o carinho,
No abraço apertado, no beijinho, 
Tão felizes alegres e contentes!...

A vida tem com eles mais encanto!
Há menos arrelias, menos pranto,
Nas suas gargalhadas estridentes…

José Manuel Cabrita Neves