segunda-feira, 18 de agosto de 2014

O DIA DE HOJE É SÓ PARA NÓS E PARA SEMPRE

 
Pintura de Claude Monet
 
 

“O DIA DE HOJE É SÓ PARA NÓS E PARA SEMPRE”



Se morre qualquer ser, logo vem outro
Para segui-lo neste mundo, não noutro;
É como o Sol, quando se põe com arte,
Surge logo outra vez em qualquer parte!

Antes da noite, houve suave madrugada;
A morte é ilusão, é pecúlio de menções.
De cada efémero momento depreendo
Que o axioma da eternidade é sustento.

Faz girar o mundo inteiro com emoções!
Quando este ano finar antes da alvorada,
Vai-se esconder, e no passado mergulhar.

Meu amor, não temos que nos preocupar!
Porque temos a eternidade à nossa frente,
O dia de hoje: só para nós e para sempre!

Alfredo Costa Pereira