domingo, 3 de agosto de 2014

QUERO UM DIA SÓ CONTIGO


Aguarela de João Alves de Sá 


“QUERO UM DIA SÓ CONTIGO”


Quero um dia só contigo, falar-te de manhã cedo,
Antes que o sol nos descubra lá junto do penedo;
Para te dizer que te amo muito, falar em segredo,
Baixinho, para não se ouvir, porque tenho medo!

Não fujas, meu amor, tão enfeitada, e tão calada; 
Não me respondes, flor amada, mas ficas corada!
Como longe são belos os montes, com seu manto; 
Até na cor se confundem com o céu, um encanto!

E perto são mato e rochas, são de outra maneira;
A minha casa é situada no ermo de um vale puro,
E perto do firmamento amar-te-ei pela vida inteira!

O telhado é o céu, e os montes servem de muros;
O vale será a nossa casa, e nada mais eu procuro;
A candeia é luar e sol puro; amor estamos seguros!

Alfredo Costa Pereira