sexta-feira, 15 de agosto de 2014

REENCARNAÇÃO


“Reencarnação” – imagem retirada da Net


“REENCARNAÇÃO”


Já muitos anos passaram sobre mim!
Uns de alegrias, outros de embaraço;
Há tempos que busco no meu espaço,
Perceber para onde vou e donde vim.

E como nada sei, vou vivendo assim,
Mesmo com o coração em pedaços.
Há anos que carrego nos meus braços
Uma certeza inevitável: a do meu fim!

Porque é que nasci? Porque razão sibila
Sou de carne e osso, em vez de argila?
Se para nascer ninguém me perguntou,

Porque é que querem saber quem sou?
O que é que faço, se a trabalhar estou,
Se eu não sei donde vim nem onde vou!

Alfredo Costa Pereira